Na busca de sua alma e do sentido de sua vida…

Texto extraído da introdução à coleção “AMOR E PSIQUE”.

Na busca de sua alma e do sentido de sua vida, o homem descobriu novos caminhos que o levam para a sua interioridade: o seu próprio espaço interior torna-se um lugar novo de experiência. Os viajantes destes caminhos nos revelam que somente o amor é capaz de gerar a alma, mas também o amor precisa da alma. Assim, em lugar de buscar causas, explicações psicopatológicas às nossas feridas e aos nossos sofrimentos, precisamos, em primeiro lugar, amar a nossa alma assim como ela é. Deste modo é que poderemos reconhecer que estas feridas e estes sofrimentos nasceram de uma falta de amor. Por outro lado, revelam-nos que a alma se orienta para um centro pessoal e transpessoal, para a nossa unidade e para a realização de nossa totalidade. Assim a nossa própria vida carrega em si um sentido, o de restaurar a nossa unidade primeira.

Finalmente, não é o espiritual que aparece primeiro, mas o psíquico, e depois o espiritual. É a partir do olhar do imo espiritual que a alma toma seu sentido, o que significa que a psicologia pode de novo estender a mão à teologia.

Esta perspectiva psicológica nova é fruto do esforço para libertar a alma da dominação da psicopatologia, do espírito analítico e do psicologismo, para que volte a si mesma, à sua própria originalidade. Ela nasceu de reflexões durante a prática psicoterápica. É uma nova visão do homem na sua existência cotidiana, do seu tempo, e dentro de seu contexto cultural, abrindo dimensões diferentes de nossa existência para podermos reencontrar a nossa alma. Ela poderá alimentar todos os que são sensíveis à necessidade de pôr mais alma em todas as atividades humanas.

A finalidade da presente coleção é precisamente restituir a alma a si mesma e ”ver aparecer uma geração de sacerdotes capazes de entender novamente a linguagem da alma”, como C.G. Jung o desejava.

Léon Bonaventure

Rosangela Corrêa – Psicoterapeuta – Especialista em Psicologia Junguiana

E-mail: roapcorrea@yahoo.com – Face: rosangela.apa.correa  –  Cel.: 55(11) 9.9883-4347

Consultórios: São Paulo – Vila Madalena – (2 quadras do metrô) / Jundiaí – Vila Liberdade

Atendimentos via Skype: rosangela.a.correa

Em tempos de conclave…. indicação de filme e convite à reflexão de nós mesmos.


Filme: Habemus Papam… Já pela sinopse achei que o filme era interessante…. Trata-se de uma comédia sem grandes aventuras, alias é quase parado…, mas aborda conteúdo bastante intenso. Para os tiverem possibilidade, não deixem de assisti-lo, e de preferência prestando atenção nas mensagens subliminares…

“Habemus Papam – Diretor: Nanni MorettiHabemus Papam

Sinopse: Após a morte do Papa, o conclave do Vaticano se reúne para escolher seu sucessor. Após várias votações, enfim há um eleito. Os fiéis, amontoados na Praça de São Pedro, aguardam a primeira aparição do escolhido, mas ele não vem a público por não suportar o peso da responsabilidade. Tentando resolver a crise, os demais cardeais resolvem chamar um psicanalista para tratar o novo Papa.

São muitos os aspectos abordados… É visível o conflito entre persona e sombra do Papa, que humanamente se depara com a dimensão e dificuldade em lidar com projeção atribuída a ele. Em contra partida, podemos observar o seleto grupo de cardeais comportando-se como massa de manobra, permitindo-se iludir, por exemplo, com os acenos da janela, executado por um “bobo da corte” para distraí-los. Podemos observa também, um analista, que se submete a circunstâncias inadequadas de trabalho, inebriado por sua vaidade narcísica e fugindo de lidar com suas próprias feridas internas… entre outros aspectos…

Faço um convite a reflexão: Salva as devidas proporções, podemos nos ver e muitas situações em nosso cotidiano, sendo quase que coagidos a assumir papeis que não queremos e/ou que não nos cabe, seja quais forem as razões…. E obviamente, em outras situações somos nós que assumimos o papel de algozes, coagindo terceiros…

Como diz um querido amigo: “Isso nos faz pensar que somos feitos das escolhas que fazemos e que, na maioria das vezes, por detrás delas estão nossos complexos e a sombra, afastando-nos do verdadeiro sentido da vida.”.

Bom Filme, e principalmente muitas Reflexões!!!

Rosangela Corrêa – Psicoterapeuta – Especialista em Psicologia Junguiana

E-mail: roapcorrea@yahoo.com – Face: rosangela.apa.correa  –  Cel.: 55(11) 9.9883-4347

Consultórios: São Paulo – Vila Madalena – (2 quadras do metrô) / Jundiaí – Vila Liberdade

Atendimentos via Skype: rosangela.a.correa

 

Psicoterapia – Reflexões e entendimentos sobre si!

 

Morte simbólica - PngO objetivo é a tomada de consciência. Na medida em que vivemos, inevitavelmente estamos inseridos em uma constante dinâmica de trocas com maior ou menor intensidade afetiva, viabilizando a formação de vínculos construtivos e/ou destrutivos, inerentes ao processo evolutivo de todo o ser humano. Entretanto, estas trocas sejam no âmbito material e/ou imaterial, acontecem tanto de maneira consciente como de maneira inconsciente, e afetamos e somos afetados muitas vezes sem a percepção e a dimensão do contexto onde estamos inseridos. Consequentemente, nos identificamos e absorvemos as experiências vivenciadas adquirindo e desenvolvendo capacidades e habilidades, assim como traumas e pré-conceitos. E invariavelmente os conflitos e queixas decorrentes destas dinâmicas são manifestados em sintomas, que nada mais são que indicadores de desequilíbrios emocionais, psíquicos e/ou físicos, muitas vezes desencadeados por padrões destrutivos de comportamentos, pensamentos e/ou sentimentos nas mais diversas áreas do contexto humano.  

Normalmente, as sessões de análise acontecem em períodos de 50 minutos semanal ou quinzenalmente, onde o cliente trás questões/situações para trabalharmos de forma integral. O trabalho do analista consiste em acolher, mediar e estimular o cliente através da escuta, dos questionamentos, das reflexões e ponderações que por vezes, provocam confrontamentos de informações e idéias, ampliando posicionamentos e conceitos iniciais. E paralelamente ajuda o cliente no atravessamento desse processo de conscientização, entendimento e resignificação das próprias dinâmicas existenciais, decorrente do contato com seus conteúdos inconscientes, que obviamente possibilita e viabiliza a ativação do respectivo curador interior do próprio cliente.

O processo analítico acontece do dialogo entre analista e cliente, dentro de um consultório ou “set terapêutico”, e que podemos entender como um local sagrado por oferecer segurança, sigilo e estimulo para falar de si, de questões pessoais, de pontos de vista aberta e sinceramente.

Basicamente a psicoterapia com orientação junguiana, também conhecida como psicologia profunda ou psicologia analítica, destina-se as pessoas que buscam um melhor entendimento de si mesmo(Self), assim como sua interelação com o meio em que está inserido, seja em dinâmicas de contexto: Familiar; Amor/Romance; Profissional/Atividade Ocupacional; Religiosidade/Sagrado/Espiritual; Socioeconômico; e/ou Físico/Corpo.  

Rosangela Corrêa – Psicoterapeuta – Especialista em Psicologia Junguiana

E-mail: roapcorrea@yahoo.com – Face: rosangela.apa.correa  –  Cel.: 55(11) 9.9883-4347

Consultórios: São Paulo – Vila Madalena – (2 quadras do metrô) / Jundiaí – Vila Liberdade

Atendimentos via Skype: rosangela.a.correa